2 de mar de 2016

Como tudo aconteceu. G&G ❤


Antes eu não acreditava em amor à primeira vista até acontecer comigo e quero compartilhar com vocês a minha história de amor. 

         No dia 20 de março de 2015 aconteceram coisas que quero levar comigo para o resto da vida, foi quando eu me apaixonei por um cara engraçado, bonito, romântico e outras qualidades que vocês vão saber ao longo da história.
          
         O mês de março foi um pouco puxado para mim, eu estava sofrendo por um boy que mudou de ideia e não quis mais ter um relacionamento comigo, no começo foi difícil, quem já sofreu por amor sabe, é uma dor que não desejo nem pro meu pior inimigo. Enfim, no dia 20 de março na sexta-feira a escola da minha mãe foi ao teatro assistir o espetáculo "Meu malvado favorito"  e foi lá que tudo aconteceu ( para quem não sabe, a minha mãe tem uma escola infantil e todo ano nós levamos os alunos para assistir uma peça teatral ). No começo do dia eu não estava nenhum pouco a fim de sair de casa a bad estava me consumido e tudo que eu queria era ficar em casa curtindo um som e pensando no motivo qual fez o boy desistir de mim, sim, sou muito masoquista mesmo! No período matutino eu deixei passar, fiquei em casa e nada me fazia ter ânimo para sair, muito menos para trabalhar. Tudo estava indo "bem", eu estava curtindo a minha preguiça e foi quando a minha mãe chegou  avisando que queria a minha ajuda, ela precisava de uma monitora para ajudar no acompanhamento dos alunos até o teatro, então eu fui, confesso que fiquei até animada para assistir a peça.
         Chegando lá, organizamos os alunos na sua poltrona e assim que começou o meu coração batia muito forte, me senti uma criança de 3 anos olhando aquilo tudo, eu assisto peças teatrais com a escola da minha mãe desde muito novinha e nem todas as vezes senti essa magia toda, será que meu coração já sentia que eu iria me apaixonar por um dos atores? Isso mesmo! Eu sentei no lugar mais difícil de enxergar e ainda por cima a minha miopia, vocês já devem imaginar o quanto foi difícil pra eu saber o porquê meu coração batia forte quando eu tentava enxergar o tal Vetor, e lá fui eu me apaixonar novamente, só que por uma pessoa diferente da que me fez sofrer.
         
         Na saída os atores sempre descem para tirar fotos com as crianças e os professores na entrada do teatro e advinha o que aconteceu, eu descia a escada e dei de cara com ele, meu coração acelerava e eu ficava o observando até que finalmente tive coragem de pedir para tirar uma foto, nessa hora eu tremia mesmo, as pernas moles e eu soava frio, aquele nervoso não era normal para uma pessoa que acabou de perder o boy que gostava tanto, eu nem lembrava que estava sofrendo, na verdade eu nem lembrava do gato, tudo que eu fazia era viajar, aquela foto que tirei com ele demorou uns 10 segundos e foram os 10 segundos mais longos da minha vida pois foi nesse tempo que passava na minha mente tudo que aconteceu durante o dia.
        
         Depois de tirar essa foto tão desejada, fui embora e no caminho ficava olhando aquela foto e ria muito, eu estava feliz, mas o meu psicológico ainda não percebeu que eu estava me apaixonando por uma pessoa que vi com um figurino de Vetor do Meu malvado favorito, um cabelo lambido no rosto e um óculos de grau, chique né? Não me bastava ter ido embora sem saber o nome e muito menos o telefone do gato. kkkkk
        
         Quando cheguei a minha casa fiquei eufórica e tentava contar para a minha mãe como foi,  ela não tinha ido pois estava doente por isso eu fui no lugar dela, eu contava rindo e encantada com tudo aquilo. Tenho certeza que a minha mãe percebeu que não foi apenas pelo o espetáculo que eu me apaixonei, ela sabia que tinha mais coisa, só não quis comentar comigo até ter a certeza; aaaah, mas foi meio óbvio... Eu saí da minha humilde residência tão desanimada e cheguei ligada nos 220 volts toda sorridente e feliz, será por quê? kkkkk. Após contar à minha mãe como foi, me dei conta que estava atrasada para ir à casa da minha amiga, a Jullia, ela mora muito longe da minha casa é quase 30 minutos de carro, mas eu me arrumei rápido e consegui chegar lá a tempo, fui passar o final de semana com ela pois eu estava devendo isso à ela.
       
          E a noite foi passando, fui me divertindo muito com ela, a gente fez tanta coisa legal e nem lembrava mais que horas antes eu estava numa deprê total e que nem queria sair da minha casa. O tempo foi passando e a memória foi voltando ao teatro, ainda não queria comentar com ela para não pegar mal, eu estava desabafando sobre o outro carinha a 7 horas antes de chegar à casa dela... Fiquei com medo de ela pensar coisas ruins do tipo “que garota rápida” sim, fui rápida mesmo, mas eu não pude evitar, eu não mando no meu coração porque se eu mandasse... Ahhh, hoje eu não teria essa armadura no lugar do coração... Mas preferi deixar em segredinho comigo mesmo.
          
          No sábado de manhã foi uma alegria, acordei bem comigo mesma, isso quase nunca acontece, acho que foi onde que a Ju começou a perceber que eu estava feliz de mais para quem estava sofrendo. É... Eu tentei esconder, mas não consegui, se a Ju não me conhecesse tão bem eu teria escapado e conseguido esconder pelo menos mais um dia, então contei tudo que aconteceu e tudo que eu estava sentindo, se ela não achasse o máximo isso tudo ela não seria a minha amiga que eu tanto conheço, pensei que ela me julgaria e pensasse coisas ruins sobre minha pessoa, mas não, ela me deu o maior apoio. Fiquei o sábado todo pensando no boy e não conseguia tirar ele da cabeça e não sabia como encontrar ele, me senti uma das aquelas pessoas que vê um gatinho no ônibus e ele desce um ponto depois e tudo que eu mais queria naquele momento era um aplicativo para reconhecer o rosto dele e me dizer o nome, idade, cidade, endereço, cpf e outros dados pessoais do crush.
        
         No domingo, eu fui embora para minha casa e no caminho eu tive uma ideia do babado, bem engraçada por sinal, mas foi assim que encontrei meu crush do teatro, vocês não vão acreditar! *00*

QUER SABER O RESTO DA HISTÓRIA? FIQUEM LIGADINHOS AQUI NO BLOG QUE EU VOU POSTAR A CONTINUAÇÃO EM BREVE. 


A tão sonhada foto <3 ( Desculpem a resolução mas tive que postar essa foto para vocês verem)

2 comentários:

  1. Que máximo! hahaha Já quero a continuação! Vocês formam um lindo casal <3
    Beijosssss
    www.luanablog.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada lindona, essa semana já vou postar a continuação hein! 😍😍

      Excluir

© GABS OLIVEIRA - 2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: GABRIELLY OLIVEIRA.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo